Vamos trocadilhar?

Olá! Hoje volto com mais um vídeo da minha rubrica “Não entra mosca nem sai asneira”, do meu canal de YouTube “Casa da Teresa”, onde lhe conto todos os meus segredos sobre comunicação!
O tema que lhe trago hoje é o improviso – ou a falta dele! Está habituado a ver-me comunicar de forma espontânea e descontraída, mas atenção: por detrás dessa aparente descontração, há muito trabalho!

Pode não acreditar, mas os únicos bons improvisos são os preparados! Deve pensar muito bem no seu discurso e prepará-lo muito bem antes de o apresentar. Nunca se apresente em público sem se ter preparado em privado!
Há quem ache que para parecer muito à vontade e genuíno, o melhor é improvisar: ter umas ideias soltas e esperar que se organizem por milagre!
Mas se imagina que, quando comunica de improviso, as bocas abertas do seu público são de prazer… Não são! Mais certamente serão de aflição, por estarem a assistir a um discurso sem sentido. Ouça o conselho da sua amiga Teresa: prepare o que vai dizer e depois repita até à exaustão!

Como é que eu sei isto, pergunta você? Porque foi o que fiz todos estes anos de comunicação! O meu método é este: trabalhar, estudar, decorar… Até estar tão confortável com o que vou dizer, que me sinto à vontade para também improvisar!
Resumindo: vale tudo, menos não preparar nada!

Mas esta tarefa não é fácil e, por isso, tenho um parceiro e amigo de longa data, o Miguel Dias. Somos uma dupla maravilha e, juntos, levamos a preparação e as palavras ao seu auge – de uma maneira que certamente já conhece e reconhece no meu discurso! Ora veja lá como nós nos divertimos para que você se divirta!

Ficou curioso? Então veja o meu novo vídeo. E não se esqueça de também visitar e subscrever o meu canal de YouTube, a “Casa da Teresa”, onde partilho consigo todos os meus segredos sobre comunicação e não só!

Inscreva-se na minha lista VIP e receba conteúdos exclusivos e convites fantásticos feitos especialmente para si

E já agora veja também...