Eu assumo! O meu maior defeito é…

Há assuntos que são mais fáceis de discutir do que outros, verdade? Quando chega a altura de assumir quais são os nossos maiores defeitos, este tema pode ser sensível, como bem sabe. Mas eu não tenho problema nenhum em falar nos meus defeitos. O Vítor Silva perguntou-me qual é o meu maior defeito e eu vou responder-lhe com toda a honestidade.

O meu maior defeito é talvez a minha maior qualidade. É ser teimosa! Ou seja, ser resiliente, que é uma palavra que se usa tanto agora, não é? Eu sou! Eu sou obstinada! E se calhar ser teimoso é uma qualidade e um defeito. Já pensou nisso?

Também sou sonhadora, mas pensando bem, talvez não seja um defeito. Ser sonhadora acaba por ser uma coisa boa, já que é no sonho que todos os projetos começam.

Mas o meu maior defeito talvez seja mesmo este: tenho o pavio curto, eu assumo! Vou contar-lhe uma história que nunca contei antes, para perceber melhor. Foi no trânsito! Há algum tempo um carro ultrapassou-me e depois travou de repente mesmo à minha frente. Eu enfureci-me, saí e fui direita ao carro. Bati no vidro para conversar, mas o homem que estava lá dentro começou a tratar-me como se eu fosse uma mulher que não sabe conduzir. Tipo “as mulheres todas não sabem conduzir!” Quer saber o que é que eu fiz? Não vai acreditar…

Confesso que apanhei uma ira tão grande que tirei o homem pelo vidro do carro. O vidro estava aberto e eu agarrei o homem e tirei-o de lá dentro. Às vezes ainda me lembro da mulher dele a gritar dentro do carro.

Numa ira consegui tirar o homem pela janela, vejam bem! Logo eu, que sou pequenita e que não tenho uma força por aí além! Claro que no dia a seguir estava toda partida, mas há coisas que me transcendem e que me tornam gigante.

Portanto, também se formos ver, se calhar esta ira acaba por ser uma qualidade. Também lhe confesso outra coisa: eu gosto dos meus defeitos. Aliás, acho que toda a gente devia gostar dos seus. Quer para os corrigir, quer para os acarinhar. Porque os defeitos também podem ser qualidades, digo e repito. Pense nisto. Qual será o seu maior defeito?
E, enquanto pensa, veja aqui o meu novo vídeo pertencente ao meu canal de Youtube, Casa da Teresa. Vai gostar!

E já agora veja também...