Não se aponta que é feio!

 

 

E chegou mais um episódio da minha nova rubrica de comunicação “Não entra mosca nem sai asneira”. Hoje vou ensinar-lhe a evitar vários erros que fazemos com as mãos quando estamos a comunicar.

O primeiro de todos que deve evitar é este: apertar demasiado uma mão contra a outra enquanto está a fazer a sua apresentação. Se apertar demasiado as mãos, irá ficar com os nós dos dedos brancos e dará a ideia que está muito aflito. Evite portanto este gesto. Até porque também irá contrair-se demasiado e irá aproximar as orelhas dos ombros.

Lembre-se sempre desta expressão “as orelhas e os ombros são inimigos”. Ao memorizar esta expressão, irá evitar contrair o pescoço. É um conselho muito útil para as suas apresentações futuras.

O segundo gesto que é absolutamente proibido é apontar, claro. De certeza que já ouve desde criança que apontar é feio. Eu concordo, é 100% verdade. É um gesto muito deselegante porque se apontar para uma pessoa, irá deixá-la muito desconfortável. Parece que está a acusá-la de alguma coisa.

Evite em absoluto também colocar as mãos nos bolsos ou atrás das costas. São gestos que indicam que tem algo a esconder. E, muita atenção, evite também colocar as mãos à frente da pélvis porque não fica bem e porque dá a ideia que está demasiado à defensiva. Tente parecer mais descontraído.

O que fazer então com as mãos enquanto está a conversar, a comunicar? Preste atenção! Deve largá-las. Isso mesmo! Se tiver as mãos soltas, elas irão ajudá-lo a comunicar com fluidez e irão sublinhar a mensagem que pretende passar. Lembre-se sempre que comunicar é ser ouvido. Assim, use as mãos de modo fluído e harmonioso.

Não se esqueça de ver este vídeo que preparei para si, onde exemplifico todos estes gestos proibidos e onde o ajudo a comunicar melhor com as mãos. Veja, vai gostar! Beijinhos, Teresa

Inscreva-se na minha lista VIP e receba conteúdos exclusivos e convites fantásticos feitos especialmente para si

E já agora veja também...