Shares

Conheça a Dieta Alcalina

O equilíbrio é a chave de tudo, nomeadamente quando se trata da nossa alimentação, saúde e bem-estar. E, no corpo humano, o equilíbrio mais importante de todos é o equilíbrio químico entre os ácidos e as bases existentes no nosso organismo.

Ao longo dos anos fui recebendo pessoas no meu consultório com queixas regulares de dores de cabeça, de cabelo e de unhas fracas, de problemas gastrointestinais, de gota, de constipações frequentes, de pedras nos rins e de vontade constante de comer doces, entre outros problemas comuns. E o que verifiquei foi que quase todas estas pessoas tinham um pH urinário abaixo de 6,5. Um pH da urina abaixo de 6,5 dá-nos a informação que o nosso corpo está desequilibrado, ou seja, há um excesso de ácidos a circularem no organismo. Esse excesso de ácidos vai enfraquecer, inflamar, intoxicar e envelhecer o corpo, tornando-o mais vulnerável ao aparecimento de doenças.

Como nutricionista considero importante dar a conhecer a todos os benefícios da Dieta Alcalina e sobretudo alertar para a importância do equilíbrio do pH para a nossa saúde. No fundo, ajudar as pessoas a manterem um equilíbrio ácido-base no organismo, através da alimentação, para o seu bom funcionamento. Uma alimentação alcalina ajuda a fortalecer todo o sistema imunológico, a melhorar a absorção dos nutrientes e a eliminação das toxinas, e a prevenir várias doenças. Para além disso, por ser uma dieta equilibrada e saudável, contribui para a perda de peso sem perder a boa disposição.

Adotar uma Dieta Alcalina significa adotar uma dieta variada que inclui proteínas, hidratos de carbono e gorduras, mas que privilegia os alimentos alcalinizantes – alimentos de origem vegetal como os legumes e vegetais, algas, fruta, amiláceos (batatas, batata-doce, castanhas, inhame, mandioca), especiarias, ervas aromáticas e alguns frutos secos e sementes – em detrimento dos alimentos acidificantes, como os alimentos de origem animal (carne, produtos de charcutaria, peixe, queijos, leite, ovos), os alimentos processados e/ou refinados (bolos, bolachas, comidas pré- confecionadas, farinhas, cereais, açúcar, sal), o álcool, o café, os refrigerantes, entre outros. Portanto, a dieta alcalina não restringe totalmente alimentos menos saudáveis, apenas limita o seu consumo. O importante é que o consumo desses alimentos constitua a exceção e não a regra do dia-a-dia.

Rita Boavida
Nutricionista e autora do livro O fator pH (Manuscrito Editora)
ofatorph@gmail.com
Www.facebook.com/ofatorph

Top 10 dos alimentos alcalinos

Água alcalina pH> 9

A água é o elemento mais importante da nossa vida, aproximadamente 70% no nosso corpo é constituído por água. Se pretende reequilibrar o organismo, opte por águas com pH acima de 9: são ricas em minerais alcalinos, como cálcio, magnésio, sódio e potássio, e em bicarbonatos, o que lhes confere um elevado poder alcalinizante.

450-agua

Top 10 dos alimentos alcalinos – Água alcalina pH> 9

 

Erva – Príncipe

É uma erva aromática com um suave aroma a limão. Pelas suas propriedades calmantes, anti-depressivas, diuréticas, desinfetantes, e é também bactericida e hepatoprotectora. A sua infusão é recomendada para vários tipos de patologias.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Erva Príncipe

Top 10 dos alimentos alcalinos – Erva Príncipe

 

Sumo de lima e limão

Apesar do seu sabor ácido, o limão e a lima são alimentos que alcalinizam o organismo. Depois de metabolizados, vão originar resíduos alcalinos. Por se comportarem como fortes alcalinizantes, devem ser misturados com água e ingeridos logo pela manhã em jejum. O sumo de limão e de lima consumidos logo pela manhã também ajudam a despertar o seu organismo, contribuindo para uma melhor digestão do seu pequeno almoço.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Sumo de lima e limão

Top 10 dos alimentos alcalinos – Sumo de lima e limão

 

Salsa

Esta erva aromática é muito rica em potássio, cálcio, vitamina C, K e A. Para além de ter a capacidade de melhorar a alcalinidade do organismo, tem propriedades antibacterianas, diuréticas e anti-inflamatórias.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Salsa

Top 10 dos alimentos alcalinos – Salsa

 

Raiz de curcuma

Esta raiz tem um interesse nutricional elevado pelo seu poder bactericida, anti-viral, anti-fúngico, anti-parasitário, anti-inflamatório e anti-cancerígeno. Tem também a capacidade de reparar as células danificadas e auxiliar na desintoxicação do organismo, e por isso é um bom aliado para quem está a fazer tratamentos de quimioterapia e radioterapia.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Raiz de curcuma

Top 10 dos alimentos alcalinos – Raiz de curcuma

 

Raiz de gengibre

Esta especiaria milagrosa tem inúmeros benefícios para a saúde. A raiz de gengibre ajuda a tratar a má digestão, melhora a absorção e a assimilação dos nutrientes, favorece a circulação sanguínea e é um excelente remédio caseiro para combater os enjoos, náuseas e flatulência. Para além disso, alivia as dores articulares e de garganta, graças ao seu poder anti-inflamatório e analgésico natural. Todas estas propriedades medicinais conferem ao gengibre um lugar de destaque na medicina Ayurvédica.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Raiz de gengibre

Top 10 dos alimentos alcalinos – Raiz de gengibre

 

Banana

A banana é um fruto rico em minerais alcalinos, que contribuem para a alcalinização do nosso organismo. Este alimento tem também triptofano, um aminoácido que ajuda a promover a sensação de bem-estar e a aliviar os sintomas da depressão.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Banana

Top 10 dos alimentos alcalinos – Banana

 

Batata

A batata é rica em potássio e um ótimo acompanhamento para as suas refeições. Para garantir a preservação dos minerais e vitaminas, cozinhe as batatas sempre com casca e de preferência ao vapor.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Batatas

Top 10 dos alimentos alcalinos – Batatas

 

Castanhas

É a “guloseima” do nosso inverno. A castanha é um fruto versátil que pode ser usado na confeção e acompanhamento de vários pratos. Para além de possuir quantidades apreciáveis de minerais alcalinos e ter um poder saciante, representa uma boa fonte de fibras alimentares.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Castanhas

Top 10 dos alimentos alcalinos – Castanhas

 

Coco seco

Tudo o que se pode extrair do coco é alcalinizante, nomeadamente a água de coco, o açúcar de coco, o leite de coco e sobretudo o coco seco. O coco é um alimento perfeito para usar em qualquer refeição.

Top 10 dos alimentos alcalinos - Coco seco

Top 10 dos alimentos alcalinos – Coco seco

 

Se gostou deste artigo sobre alimentos alcalinos saiba também quantos litros de água devemos beber por dia e conheça os benefícios da água com limão.

Shares

Pin It on Pinterest