Política de Ano Novo – prometa e cumpra!

 

Adeus 2018! Olá 2019! Hoje trago-lhe um vídeo novo da minha rubrica “Não entra mosca nem sai asneira”. E já percebeu que não é um vídeo qualquer! Hoje falo-lhe sobre… o Ano Novo.

Faz parte do grupo de pessoas que diz “Espero que este próximo ano seja muito melhor do que este, porque o que passou foi mau”? Se for, tenho conselhos para si!

Sabe aquilo a que chamamos de “problemas”? Sejam minúsculos ou maiores, passe a vê-los como desafios. Não encare estes obstáculos como simples problemas. Encare-os antes como algo que o tornarão numa pessoa melhor assim que os superar!

Não digo que não devamos fazer um balanço do nosso ano! Devemos, pois! Especialmente se for para nos lembrarmos de todas as coisas positivas que vivemos e de agradecermos por elas. Devemos ser gratos por tudo aquilo que temos e vivemos. E mais… se só agradece as coisas boas, passe a agradecer também as coisas menos boas. Quando olhar para trás, não as veja como algo negativo. Sabe porquê? Porque foram esses mesmos desafios que o fizeram crescer e o tornaram numa pessoa melhor, uma pessoa mais forte. Fechar o ano com chave de ouro é… agradecer!

E aquela lista mental que fazemos sempre no fim de cada ano? A verdade é que todos nós temos expetativas, desejos, objetivos, para o ano que se segue. Mas destas palavras a minha preferida é… objetivo! Um objetivo é uma expetativa com uma data de início e de fim. O que quero dizer com isto? Eu explico: Está a ver quando dizemos “No próximo ano começo a fazer dieta”, “Vou deixar de fumar” ou “Vou tirar a carta”? Raramente dá em alguma coisa! E porquê? Porque o “desta é que é” tem de ter data marcada! Comprometa-se consigo próprio e torne os seus desejos em objetivos concretos, como por exemplo “Começo a fazer dieta no dia 1”, “Deixo de fumar no dia 2”, “Vou tirar a carta até o mês de Junho”. Prometa e cumpra a si próprio!

Se quer recomeçar, faça-o a valer. De si para si. Peça os 12 desejos à meia noite, mas este ano faça algo diferente… torne-os em objetivos! Realize-os e chegue ao final do próximo ano com um sorriso na cara! E mesmo que passe por alguns desafios, o que é normal, encare-os na mesma com o tal sorriso. Sorria às coisas boas e menos boas, porque, no fim, foram ambas importantes para a pessoa que você se tornou.

Gostou dos meus conselhos? Sim? Então veja mais, aqui no meu vídeo (e espreite os outros que já lá estão, na minha “Casa da Teresa”, que faço com tanto carinho!):

Inscreva-se na minha lista VIP e receba conteúdos exclusivos e convites fantásticos feitos especialmente para si

E já agora veja também...