10 segredos para manter o cérebro jovem e activo
por Vasco Catarino Soares, neuropsicólogo

Durante a infância e a adolescência, o nosso cérebro é inundado por estímulos que o fazem desenvolver-se e tornar-se um órgão activo. Nestas idades, de forma natural, o ser humano procura participar em todo tipo de actividades e a sua curiosidade fá-lo buscar cada vez mais informação. E é de toda esta actividade que resulta um cérebro fortalecido e mais activo.

Todavia, na idade adulta somos levados a acreditar que tudo já está adquirido e conquistado, que o cérebro já está finalizado e que se vai manter sempre no mesmo estado. Muitos acreditam que a idade já não permite novas aprendizagens ou desenvolvimentos. Mas a ciência tem vindo a demonstrar que esta ideia é absolutamente enganadora. A falta de actividade faz com que o nosso cérebro vá perdendo a sua “boa forma”, do mesmo modo que a falta de exercício muscular leva a uma má forma física e, claro, esta “má forma” cerebral tem custos na nossa vida: os pequenos esquecimentos de nomes de pessoas, de acontecimentos, de locais onde estão objectos e documentos, as dificuldades de focar a atenção ou até de aprender novas tarefas simples, são precisamente consequências da falta de atividade cerebral.

A boa notícia é que é possível prevenir e ultrapassar esse “desgaste” e manter o seu cérebro jovem, activo e mais protegido das temidas demências. Não se esqueça: a sua qualidade de vida depende da saúde do seu cérebro. Afinal, é ele que comanda todo o corpo.

 

1- Exercite o seu cérebro

Exercitar o seu cérebro é o que de melhor pode fazer por si, pois vai produzir um aumento de células cerebrais nas funções exercitadas. Cerque-se de actividades cognitivas desafiantes, tais como encontar diferenças entre imagens ou objectos muito semelhantes, resolver pequenos problemas de cálculo mental rapidamente, fazer palavras cruzadas e sudoku. Se for mais exigente e quiser obter resultados mais apurados, procure um programa de treino cerebral estruturado, que promova as funções cognitivas de Atenção, Memória e Flexibilidade e Rapidez Mentais. Encontra-o precisamente no livro «Exercite o seu cérebro».

Palavras cruzadas - exercícios para o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

2- Leia em voz alta

Sempre que estiver a ler, faça-o em voz alta. Se tal for embaraçoso para si (porque alguém pode estar a ouvir) escolha o momento e o local onde o fazer. Durante esta actividade, o cérebro está mais activado do que quando lemos “para dentro”.

Exercícios para o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

3- Tenha hábitos saudáveis de alimentação

Escolha alimentos que são nutritivos para o cérebro. De um modo geral, e salvo excepções por questões de saúde, os alimentos com ácidos gordos ómega 3 (salmão, sardinhas, atum…), com vitaminas e glutatião (bróculos), um anti-oxidante que protege as células cerebrais, os feijões (proteínas e minerais) e a fruta (vitaminas) são os alimentos que mais potencial têm para manter um cérebro jovem.

Para combater a acidez natural que a alimentação produz no organismo, deve garantir a ingestão de alimentos alcalinos (sobretudo vegetais) e de água alcalina (ph >7,0). Note que os meios ácidos (no organismo humano) são propensos ao desenvolvimento de bactérias, virus e fungos.

Alimentos para o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

4 – Faça do bom sono uma prioridade

Durma sempre 7 a 8 horas por noite. Durante o sono, há células cerebrais que fazem uma limpeza do material tóxico que é produzido diariamente no cérebro.

Dormir faz bem ao cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

5 – Faça exercício físico

O exercício físico estimula a produção de uma proteína (a BDNF) que promove o desenvolvimento de neurónios e a criação de mais ligações entre si (o que o cérebro precisa para alavancar funções). A corrida e as caminhadas são o tipo de exercício que mais contribui para este efeito.

Exercício físico para o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

6 – Escolha percursos diferentes

Se optar pela corrida ou caminhadas como exercício físico, vá mudando o local onde as pratica, e o mesmo se aplica aos seus percursos para o emprego. Se mudar de cenário, poderá ir observando as características das diferentes paisagens até as dominar e as tornar familiares, e assim estará a estimular o seu cérebro. Repare que era isto que os homens nómadas faziam, conseguindo assim galopar na evolução.

Exercitar o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

7- Reflicta sobre o óbvio e automático

Habitue-se a ir reflectindo sobre o que faz e porque o faz de determinada forma. Isto promove o que se chama metacognição, ou seja a análise, realizada pelo próprio, sobre o seu estado emocional e modo de agir. Permite-nos desenvolver a capacidade de controlo emocional pelo conhecimento adquirido sobre nós próprios e, em última análise, modificar comportamentos e reacções emocionais.

Exercitar o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

8- Invista em novas actividades

Dedique-se a novas actividades de tempos a tempos, para evitar a estagnação. Se estiver a fazer sempre as mesmas coisas, está a automatizá-las e a não activar as redes cognitivas que procuram soluções (os processos automáticos estimulam menos neurónios). Para desafiar o intelecto, pode fazer um desporto, aprender a tocar um instrumento musical, jogar às cartas, xadrez ou damas, por exemplo.

Estimular o cérebro com novas actividades - Exercitar o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

9- Não fuja do difícil

Não fuja das tarefas que tem dificuldade em realizar pois, para encontrar uma solução e as conseguir realizar convenientemente, vai criar novas redes cerebrais. Se recorrer a uma solução de «desenrasque» que não seja a ideal, vai consolidar redes neuronais correspondentes a essa solução de atalho e recorrer sempre a essa mesma resposta, que não é a ideal. A isto damos o nome de aprendizagem negativa. Prefira aprendizagens positivas, e supere-se encontrando novas soluções!

Estimular o cérebro - Exercitar o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

 

10 – Socialize

Socialize e mantenha conversações com diferentes pessoas, com as mais diversas profissões e que se interessem por assuntos e actividades diferentes. A interação é um excelente estímulo para o cérebro! Desta diversidade e do hábito que adquirir vai ver que resulta uma maior abertura e flexibilidade. Vai também observar que de diferentes vidas e modos de lidar com os problemas também resultam boas soluções. E o seu cérebro vai beneficiar mais do que imagina.

Socializar é estimular o cérebro - Exercitar o cérebro - 10 segredos para manter o cérebro jovem e activo

Vasco Catarino Soares é psicólogo e neuropsicólogo. É o autor do livro “Exercite o seu Cérebro” (Manuscrito).

Saiba mais em: www.presenca.pt/livro/exercite-o-seu-cerebro

Capa do livro “Exercite o seu Cérebro”, de Vasco Catarino Soares, psicólogo e neuropsicólogo.

Se gostou de conhecer estas dicas, saiba também que vegetal faz bem a quê  e que alimentos nos ajudam a dormir melhor; impressione-se com as montanhas russas  e com os prédios mais loucos do mundo  e divirta-se com estes 10 objectos geniais  e com tudo o que pode fazer com cápsulas de café.

E já agora veja também...