Shares

Combinações de Alimentos,  a importância de uma alimentação correta na manutenção da saúde.

Os alimentos agem em conjunto

Não conseguimos fazer uma alimentação saudável, se não combinarmos bem os alimentos… e o que é que isto significa? Que alguns alimentos em conjunto são benéficos para o nosso organismo e ajudam a uma melhor absorção de nutrientes e outros, infelizmente mais usuais na nossa alimentação. Consumidos ao mesmo tempo, causam alguns problemas de saúde sem nos apercebermos. Segundo estudos recentes na ciência nutricional e da saúde, os alimentos não têm efeito isolado,  agem em conjunto. Ingerir dois ingredientes ou até 3 ou mais, juntos, surtem efeitos diferentes de consumi-los em separado. Não basta ingerir o que apetece e aguardar que o organismo trate do resto.  O processo da digestão em certos alimentos começa na boca, como é o caso dos hidratos de carbono (pão, arroz, batata, etc.) e outros só quando chegam ao estômago, por exemplo, as proteínas (peixe, carne, ovos, queijo, etc.). Quando os alimentos são mal combinados, mesmo alimentos saudáveis, ficam tempo demais no estômago e nos intestinos e fermentam e a pior inimiga da nutrição é a fermentação.

A curto prazo, pode surgir problemas, como:

  • Flatulência/Gases;
  • Cólicas;
  • Azia;
  • Indigestão;
  • Obstipação (prisão de ventre);
  • Toxinas intestinais;
  • Abdómen inchado;
  • Alergias alimentares;
  • Metabolismo lento;
  • Aumento de peso;
  • Sono após as refeições;
  • Entre outros.

 

Boas combinações de alimentos

 1. Brócolos + Tomate 

 Previne o cancro. O tomate  possui licopeno e os brócolos possuem sulforafano, o que os torna alimentos antioxidantes. O sulforafano também bloqueia os efeitos nocivos da poluição do ar, ajudando muito em problemas respiratórios (asma, rinite alérgica, bronquite, etc.).

2. Agrião + Ovo

Para manter os ossos fortes. Combine o agrião, que é riquíssimo em cálcio, com alimentos ricos em vitamina D, como o ovo. Ajuda a manter os ossos saudáveis.

3. Chá Branco + Chá de Hibisco + Chá de Carqueja

Para manter o intestino regular. Eliminam toxinas e ajudam no funcionamento do intestino (digestão, gases), estimulando o sistema imunitário. Atenção: para crianças, substitua o chá branco (contém cafeína) por chá vermelho (rooibos) e o chá de carqueja (contraindicado para grávidas e crianças com menos de 3 anos) por funcho…

4. Sumo de Laranja + Castanha-do-Pará

Longe de constipações.  A vitamina C da laranja auxilia na absorção do selénio contido na castanha, que é um importante nutriente para fortalecer a imunidade.

5. Vegetais de Folhas Verde+ Limão

Os alimentos ricos em ferro (por exemplo: agrião, brócolos, alface, etc.), são melhor absorvidos, se combinados com alimentos com Vitamina C (mas, atenção, que não podemos considerar algumas das frutas ácidas, como o caso da laranja, mesmo sendo rica nesta vitamina).

6. Pimenta Preta + Açafrão-da-Índia (Curcuma)

O açafrão é um excelente anti-inflamatório e inibe o crescimento de células cancerígenas e, caso já existam, causa a apoptose (‘suicídio’ de células malignas). No entanto, para o nosso organismo absorver o açafrão da forma correta, é necessário que se associe pimenta preta ou gengibre. A pimenta (em grão, moída na hora) multiplica 2 mil vezes a absorção da curcuma pelo organismo.

 

Regras de combinações de alimentos

Salad

  • Comer um só tipo de proteína por refeição (por exemplo: peixe com ovo – má combinação);
  • Não misturar alimentos proteicos com hidratos de carbono (por exemplo: massa com carne);
  • Comer apenas um tipo de hidrato de carbono por refeição (por exemplo: batata frita e arroz – má combinação);
  • Evitar misturar hidratos de carbono com alimentos ácidos (por exemplo: tomate no pão);
  • Não abusar nas gorduras (preferir o azeite em cru, sem ferver);
  • Comer fruta, pelo menos, 30 minutos antes das refeições e não misturar variedades (por exemplo: sumos de fruta na refeição);
  • Não combinar frutas doces com ácidas (evitar saladas de fruta ou papas de banana e laranja, habitualmente dadas às crianças);
  • Comer melão ou melancia isoladamente (utilizar como pequeno-almoço ou lanche);
  • Reduzir sobremesas (os doces devem ser consumidos fora das refeições em pouca quantidade);
  • Não juntar vinagre ou limão ao tomate;
  • Apenas um tipo de leguminosas por refeição;
  • Queijo com banana, combinação perigosa  (a banana deverá ser consumida isoladamente, aguardar 1h até poder consumir outro alimento).

Proteínas: carnes, peixe, marisco, produtos lácteos, ovos, leguminosas…

Hidratos de carbono: pães, massas, batatas, arroz…

Gorduras: azeite, manteiga, azeitonas, abacate…

Açúcares: açúcar refinado, mel, geleias, xaropes…

Ácidos: vinagre, produtos em conserva, chocolate, laranja…

Frutas doces: melancia, maçã, pera, pêssego, banana, figos, uvas…

Frutas ácidas: laranja, morango, abacaxi, maçã reineta, marmelo, manga, ameixas, romã, nêspera, quivi…

Leguminosas: grão, feijão, lentilhas, ervilhas, favas, grão de soja…

___

Por Tânia Costa

http://oprincipezinhocomebrocolos.blogs.sapo.pt

 

 

Shares

E já agora veja também...

Pin It on Pinterest