Shares

Cuidado com a sua saúde

Como organizar o frigorífico

 

Quantas vezes já lhe aconteceu abrir o frigorífico e sentir um cheiro esquisito? Ou até mesmo olhar e reparar nas muitas caixas de plástico com sobras de comida de já alguns dias? Ou molhos fora do prazo de validade? Este tipo de situações acontece a centenas de pessoas, todos os dias. 

Para manter o bom estado de saúde, todo o cuidado é pouco, por isso decidi escrever um artigo dedicado à forma como deve organizar-se o frigorífico. 

 

Tenha sempre cuidado e atenção com os alimentos desde o momento da compra até serem consumidos, sem esquecer os locais de armazenamento. Quando chega a casa depois das compras, não basta arrumar os alimentos no frigorífico. Nem pensar! Comportamentos como este podem provocar sérios riscos para a saúde, podendo, inclusive, causar uma intoxicação alimentar.

O frigorífico é constituído por diversos compartimentos e cada um apresenta uma temperatura diferente. É de acordo com esta característica que os alimentos devem ser acondicionados. Se tal não acontecer, os alimentos podem sofrer algumas alterações organoléticas, nomeadamente na mudança de sabor, odor, cor e textura, ou até mesmo sofrerem uma contaminação por outros alimentos (os crus) provocando diversas patologias.

 

  • Carne e peixe cru

Tanto as carnes como os peixes frescos e crus deterioram-se facilmente. Por isso, coloque-os no compartimento apropriado (1ª prateleira do frigorífico) para estes alimentos, mas antes separados nas quantidades que serão consumidas. Se não consumir estes alimentos em 2 dias, deverão ser colocados no congelador.

 

  • Leites e iogurtes

Acondicione na prateleira de cima.

 

  • Sobras das refeições

Se sobrou comida do almoço ou do jantar guarde sempre em recipientes com tampas e coloque-os numa das primeiras prateleiras.

 

  • Enlatados

Depois de abertos, o seu conteúdo deve ser transferido para recipientes com tampa e só depois poderão ser colocados no frigorífico (nas primeiras prateleiras).

 

  • Queijos

Retire-os da embalagem (de papel ou de plástico) e coloque-os numa caixa de plástico com tampa (podendo ter pequenas aberturas para que haja circulação de ar) ou enrolado em papel de alumínio. Guarde nas primeiras prateleiras.

 

  • Doces e outras sobremesas / Sopas e caldos

Depois de devidamente acondicionados em recipientes com tampa, podem ser guardados nas prateleiras intermédias.

 

  • Ovos

Deve colocá-los na última prateleira do frigorífico (junto à gaveta dos vegetais) e não na porta, porque aí vão sofrer variações de temperatura (quando se abre e fecha o eletrodoméstico).

 

  • Legumes, vegetais e frutas

Lave as frutas, os vegetais e os legumes que for consumir, escorra a água, coloque em recipientes ou sacos de plástico (novos e secos), antes de colocar no frigorífico. Disponha estes alimentos nas gavetas próprias.

Retire as folhas velhas e amareladas dos vegetais e legumes que não vão ser utilizadas.

 

  • Água, sumos, vinagre, outras bebidas e molhos / manteigas e margarinas

Acondicione na porta do frigorífico.

 

  • Pão

Pode ser congelado. Quando necessitar de pão, basta retirar uns minutos antes. Não se esqueça que, se utilizar o micro-ondas ou o forno para o descongelar, vai estar a gastar energia desnecessariamente.

 

Resumindo…

Como organizar:

  • Alimentos cozinhados nas prateleiras de cima.
  • Alimentos mais sensíveis (peixe e carne) nas prateleiras inferiores.
  • Legumes, vegetais e frutas nas zonas menos frias – gavetas de baixo.
  • Bebidas, molhos e manteigas, entre outros, aguentam temperaturas superiores e oscilações de temperatura – podem ficar na porta.

 

___

Por Alexandre Fernandes

Licenciado em Nutrição e Engenharia Alimentar

Fonte: Cascas, Talos, Folhas e outros Tesouros Nutricionais, Alexandre Fernandes – Planeta

 

Nota: Se o seu frigorífico apresenta mau cheiro e não percebe de onde vem, prepare a seguinte solução: para cada litro de água, coloque 4 colheres de sopa de vinagre branco (é mais suave). Molhe um pano ou uma esponja nessa solução e passe no interior de todo o frigorífico, inclusive nas prateleiras, gavetas e porta. Depois, seque com um pano seco.

Não se esqueça de que um frigorífico limpo e livre de cheiros é sinal de alimentos com mais qualidade e igualmente frescos.

 

 

Shares

E já agora veja também...

Pin It on Pinterest