Shares

25 anos de carreira já cá cantam e afinal não é tanto tempo assim!

Cabem em 4 minutos de um clip de imagens, do mais completo e certeiro que já vi. Porque não é fácil escolher entre as milhentas imagens que povoam o YouTube sobre tudo e mais alguma coisa que eu disse ou fiz. E tenho feito e tenho dito!

A Wikipedia chama-me nomes!

A Wikipedia chama-me nomes! Maria Teresa o que é verdade, Salgado Vieira que eu não faço a mínima ideia de onde brotou e Guilherme, claro! E isto já dura há anos! E pergunta você:” Mas porque é que nunca pediu para rectificarem o seu nome?” É uma malvadeza da minha parte! Riu-me sempre quando um jornalista, para se preparar, vai beber á Internet, revistas e outras duvidosas fontes e depois despeja as suas certezas, sobre uma suposta “eu” e um passado cheio de factos,  que não o são de facto. E os coitadinhos duvidam de mim, quando eu digo que não me chamo assim, que nunca fiz assado e que eles estão fritos, com as perguntas que tinham preparado com tanto amor e carinho e ficam com uma carinha de desconsolo que me compensa aquela obrigação de contar a minha vida pela milionésima vez. Não acreditem em tudo o que leem, porque o valor  da palavra escrita tem baixado, na mesma proporção que tem subido o número de palavras, que todos escrevem a direito e também a torto, dependendo para que lado estão as redes sociais emaranhadas nesse dia.

Aqui vai a prova que é possível saltar de ano em ano, programa para programa, canal em canal, ir ao teatro, passar pela rádio, mostrar a produtora que tenho sido e a apresentadora que continuo a ser. Tudo em 4 minutos. Quem fez este clip, não me conhecia pessoalmente mas passou a conhecer. Eu fiz questão de lhe agradecer ter conseguido resumir-me tão depressa e bem. Já vi muitos clips, feitos com amor e carinho para mim, uns contam a história de outra carochinha, este começa num bom “Era uma vez” e termina num prometedor ” será feliz para sempre”. E já lá vão 25 anos de carreira!

O Baile da Rosa impôs-me este ano um prémio carreira, que agradeço! Foi uma festa bonita, no Porto, onde já entreguei vários troféus e desta vez calhou-me a mim receber. Como as pessoas do Porto são carinhosas comigo, é uma realidade que eu não me canso de agradecer. Viva o Porto, carago! E para o ano contem comigo para continuar no “Baile da Rosa”! Vivam os meus 25 anos de carreira.

Teresa Guilherme

Se gostou de saber dos meus 25 anos de carreira, conheça a Mulher da Minha Vida, veja quando fiz de Turbinada a imitar a querida Ana Malhoa e saiba tudo sobre as minhas superstições.

Shares

E já agora veja também...

Pin It on Pinterest